RSS

Negros do Rock – A origem do Rock n’ Roll

17 maio

Um belo dia estava eu passeando por esse mundo fascinante chamado internet, lendo curiosidades sobre a origem do Rock. Até que nosso querido Google me levou a seguinte publicação:

“Existe algum cantor negro de rock?”

Clique aqui se quiser ver o absurdo.

Quase cai da cadeira e cuspi tudo que estava comendo em cima do teclado.

Enfim, aos desavisados e aos curiosos. Vamos lá.

O Rock n´Roll tem sua origem na música negra. Sim, ele surgiu da mistura do Blues R&B e música gospel (aquelas animadonas que a gente vê em filme americano). Foi o tempo que transformou essa música de origem escrava em um estilo musical “branco”.

Isso culpa de um tal de Elvis Presley e seu rebolado, no final da década de 50 e inicio dos anos 60.

Mas, vamos aos primórdios

Quando nosso amigo Robert Johnson se encontrou com o diabo numa encruzilhada com a intenção de se tornar o maior cantor de Blues  de todos os tempos, ele não só deu origem ao mito “o diabo é o pai do rock” como ensinou os primeiros passos para o Rock se levantar e sair andando.

Robert morreu aos 27 anos, isso te lembra algo?

Depois que o Blues passou a chamar atenção das gravadoras americanas, com suas canções  com forte teor de sofrimento escravo, trabalho, amor e luta, surgem os anos 50.

O blues ganha mais ritmos nas guitarras de B.B King , Chuck Berry e Little Richards.

É ele mesmo, o tio Chuck!

Dizem por ai que ele inventou o Rock n´Roll, dá uma olhadinha no vídeo ae e diz se vc concorda.

O pai de Chuck era pastor de uma igreja protestante (olha o contato com a música gospel). Aos 14 anos ele conheceu uma guitarra, amor a primeira vista, logo em seguida, tio Chuck foi parar num reformatório (Quem nunca?). Rockeiro que é rockeiro tem que ter postura e rebeldia.

Foi em 1955, com a canção aí de cima, que se chamava “Ida May” e logo passou a se chamar “Maybelenne” que o tio Chuck ocupou  o quinto lugar das paradas musicais americanas.

O segredo de Chuck Berry era prestar atenção na galera e dar a plateia o que eles queriam.

Foi assim que ele imortalizou canções como, “Roll Over Beethoven” de l956 , “Sweet Little Sixteen” de 1958 e “Johnny B. Goode” de 1958 ( É, aquela do filme “De volta para o futuro II”).`

Teve gente protestando contra o mal – uso do dinheiro público quando decidiram fazer uma estátua em homenagem ao tio Chuck em St. Louis. Tudo isso porque em 1962 Chuck foi preso por cruzar a fronteira estadual com uma mulher para “propósitos imorais”.

Shame on you, menino fora-da-lei!

Resultado do protesto…

 FUCK YEAH!!!!

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 17 de maio de 2012 em Primórdios do Rock

 

Tags: , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: