RSS

Psycho Peppers no Café Aurora

Sábado é dia de sair da toca. E a parada obrigatória da vez foi o Café Aurora, no Bixiga. A casa é ótima. Ambiente rústico, duas opções de palco e excelente atendimento. Como uma banda toca no intervalo da outra, você não perde nada. É pra sair esgotado mesmo!
O som ficou por conta das bandas Kashmir e Psycho Peppers.

_kashmir

Imagem: Divulgação

Com um repertório recheado de grandes clássicos do rock, a banda Kashmir subiu ao palco e agitou o público da casa. Os caras deram uma escorregada na letra de Aerials, do System of Down, mas compensaram com uma apresentação espetacular de Bohemiam Rhapsody, do Queen.

psychooo

Imagem: Divulgação

Mas quem surpreendeu mesmo foram os caras do Psycho Peppers – banda cover de Red Hot Chili Peppers, na ativa desde 2006.

Mesclando grandes clássicos com os novos sons dos Chili Peppers, a banda fez uma apresentação espetacular, digna de cover oficial. A animação do vocalista Alan Simaro contagiou o público e manteve o show no alto o tempo todo.

foto
Pra quem é fã de Red Hot e tá afim de conferir os Psycho Peppers, só clicar http://bit.ly/PsychoPeppers

 

Anúncios
 
2 Comentários

Publicado por em 19 de agosto de 2013 em Eu fui, vi, ouvi e acho que...

 

Tags: , , , , , ,

Imagem

Um dia sem rock não significa nada… Long live! \m/

Um dia sem rock não significa nada... Long live! \m/

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de julho de 2013 em Primórdios do Rock

 

Não deixe o mar te engolir

Passei “quase” o dia todo pensando em o que escrever sobre a morte do Chorão. Então cheguei a seguinte conclusão:

– Nunca comprei um CD da banda;

– Nunca baixei uma música;

– Nunca fui a um show;

– Nunca curti a página do Facebook “Frases do Chorão”.

Com esses “nuncas”, não conseguia responder a mim mesma “por que me sinto abalada com a morte do Chorão, sendo que a banda (para minha humilde pessoa), tinha acabado há tempos?”.

Uma única palavra como simples e verdadeira resposta: nostalgia.

Tenho vinte e poucos anos. Quando o Charlie Brown Jr começou a fazer sucesso, eu era apenas uma criança que assistia a MTV escondida da minha mãe (medo de levar uma surra por ver um canal que não era de desenhos – foi neste tempo que descobri muita música boa).

Em alguns destes momentos, me deparava com os clipes da banda e começava a cantar junto. Sem esquecer que comecei a assistir “Malhação” por conta de uma música deles (e que eu queria ter assunto para falar com minhas “coleguinhas” de classe – não gostava muito das histórias).

Charlie Brown Jr

Charlie Brown Jr

E com o passar dos meses (e anos) as músicas da banda foram emplacando sucesso nas rádios e no Disk MTV. Afinal, não existia Youtube para você escutar na hora que quisesse.

O tempo foi passando, e o gosto musical ficando mais “refinado”. Deixei de escutar Charlie Brown Jr para conhecer outras bandas de estilos e letras diferentes (foi um momento tão intenso da minha vida que até estourei o supercílio). É como deixar a boneca de lado e começar a pensar em garotos e maquiagem (no caso, Charlie Brown Jr seria a boneca).

Até que um dia, o cara que escrevia letras como “não deixe o mar te engolir” (meus nove anos não me deixavam compreender perfeitamente o significado desta música) é encontrado morto. É como se alguém tivesse revirado uma caixa que você guarda coisas antigas, roubado um dos brinquedos que você curtia. Com isso você faz associações a sua infância, que te deixa nostálgico. Enfim, mexeram em algo que você não gostou.

Essa é a sensação que sinto. A perda de um “brinquedo” significativo da minha infância/pré-adolescência. Escutar as músicas desta banda fazem com que essa nostalgia apareça, e os bons momentos também.

Cada um tem seus problemas e procura a solução que acha necessária. Não vou discutir o motivo da morte do Chorão. Deixo apenas registrado o meu sentimento de perda.

Vai na paz

Vai na paz

–Só gostaria de saber se o Chorão conseguiu descobrir se azul é a cor da parede da casa de Deus–

 
1 comentário

Publicado por em 7 de março de 2013 em O que aprendi

 

Clássicos do Futuro

kiss_fm

Foi ao ar hoje o primeiro “Clássicos do Futuro”, novo programa da rádio Kiss FM de São Paulo. A nova aposta da emissora, que se tornou referência quando o assunto é rock n´roll, promete apontar os futuros grandes clássicos do rock. O programa conta com a apresentação de Marcelo Andreassa e vai ao ar de segunda a sexta, às 15h.

Como uma fã louca pela Kiss é óbvio que acompanhei o primeiro programa na íntegra.

Não se iluda ou fique triste pensando que vai ouvir as novas “bandas dos últimos tempos da última semana”. O que deu pra sentir é que vamos ouvir os velhinhos de sempre com os seus novos sons. O que é lindo!

Minha modesta opinião? O programa já é sucesso e certamente vale a audiência!

 
Deixe um comentário

Publicado por em 4 de fevereiro de 2013 em Eu fui, vi, ouvi e acho que...

 

Tags: , , , , ,

São Paulo Rock 70

Pra quem tá de bobeira em São Paulo a boa pedida é o projeto “Sonoridades São Paulo Rock 70”. Além dos shows que vão rolar durante os meses de janeiro e fevereiro, o projeto também conta com uma exposição de fotos revelando os momentos marcantes da história do Rock Nacional nos anos 70.

Confira a programação completa no site do SESC Belenzinho: http://bit.ly/10sSZLf

Rita Lee - 1977 - Refestança - Rita Lee e Gilberto Gil

Vale lembrar que a exposição é gratuita e você ainda conta com uma sala especial cheia de puffs para relaxar ao som de Novos baianos, Raul Seixas, Mutantes, Secos e Molhados, Casas das Máquinas, entre outros.

Os fones e iPods são individuais, então você não corre o risco de ouvir o que não quer.

Rock on!

 
Deixe um comentário

Publicado por em 26 de janeiro de 2013 em Eu fui, vi, ouvi e acho que...

 

Tags: , , , , , , , ,

A volta da rádio rock

radio rock

Com a volta da rádio rock, 89FM, pro dial de São Paulo, impossível não lembrar dos velhos tempos de Street Rock no Parque do Ibirapuera.

Se você tem entre 25 e 30 anos hoje, provavelmente se lembra dos porres de vinho barato e das tardes de domingo ao som de inúmeras bandas independentes. O preço do ingresso era 1 kg de alimento. Quer maneira mais barata de se consumir Rock n´Roll quando a única renda que você tem é a do sutiã?

Claro que as coisas mudaram e hoje em dia eu não ousaria botar o pé naquela zona. Mas vale sempre lembrar do que foi bom um dia e fez da gente o que somos hoje.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 17 de janeiro de 2013 em Eu fui, vi, ouvi e acho que...

 

Tags: , , ,

Dia do orgasmo

Hoje é dia do orgasmo. Pra homenagear esse dia que amanheceu tão lindo, só pra alguns, fizemos uma lista com os 6 maiores pegadores da história do rock.

 

6. Paul Stanley guitarrista e vocalista do Kiss

 

5.  Gene Simmons vocalista e baixista do Kiss

4. Keith Moon baterista do The Who

3. A polêmica Courtney “Crazy” Love

2.Tommy Lee baterista do Motley Crue

1. O primeiro lugar é do super pegador Mick Jagger

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de julho de 2012 em Batalha Notícias

 

Tags: , , , , ,

 
%d blogueiros gostam disto: